Treinamento Funcional: uma boa preparação para jogadores de futebol


O treinamento funcional tem dentro do futebol dois objetivos claros e interdependentes;

1-      Melhora do movimento específico do jogador durante as fases mais intensas e decisivas do jogo;

2-      Um maior equilíbrio das cadeias musculares, minimizando as chances de dores e lesões.

O treinamento funcional para jogadores de futebol é composto pelo Treinamento de Força, Core e Propriocepção.

O treinamento de força tem como função, melhorar a ação motora do jogador dentro de treinos e jogos, como realizar movimentos específicos para a potência do chute. No futebol , o atleta realiza diversas ações musculares intensas e curtas com longas pausas para as novas ações. A manipulação de exercícios de força, cria uma adaptação ao atleta para realizar os movimentos com mais mobilidade e segurança, diminuindo a chance de fadiga muscular.  Para o jogador desempenhar o seu melhor através do treinamento de força, o fortalecimento das suas articulações e bem como seu centro de equilíbrio e controle deve ser treinado e aprimorado através do treinamento do core e da propriocepção.

A região do core pode ser entendida com a conexão entre os membros superiores e inferiores, se tornado a base do movimento de cada indivíduo.  Com o core bem equilibrado e fortalecido, o jogador consegue realizar as ações musculares com maior segurança, gerando mais força com menos gasto de energia e conseqüentemente uma menor possibilidade de fadiga.

A propriocepção tem como principal característica o fortalecimento das articulações. Ela não age isoladamente na articulação, ela age também no fortalecimento da musculatura que compõe a articulação.

A principal diretriz para a aplicação treinamento funcional dentro do futebol é aplicar cada uma das vertentes de forma específica, simulando os exercícios com gestos iguais ou parecidos com os realizados pelos futebolistas dentro dos treinos e jogos. Os exercícios devem ser realizados pelos grupos musculares específicos do atleta com a alta intensidade, com a velocidade do movimento parecida com a do jogo e com a frequêcia dos movimentos próxima a realidade. O treino ainda pode trabalhar as três vertentes juntas ou isoladas cada uma, podendo evoluir de acordo com a aceitação e evolução do jogador

Fonte: http://bergpersonal.com/2011/11/25/beneficios-do-treinamento-funcional-para-o-futebol/

Compartilhar/Favoritos

Exercícios baseados em atividades cotidianas auxiliam atletas de todas as idades

Clínica de Fisioterapia Sphera –http://www.spherafisioterapia.com.br